Elementos da Homeopatia do Reino Místico e Ocultista:

Maçonaria - Para começar, “sabemos que ele era membro de uma Loja da Franca-Maçonaria”  (2). Em minha biblioteca de pesquisas, tenho muitas publicações antigas da Maçonaria. Elas estão repletas de misticismo e ocultismo. Em seus estudos para avançar na Ordem Maçônica, Hahnemann teria exposto muitas dessas idéias. Torna-se óbvio que a Franca-Maçonaria o influenciou, pois na página titular de sua “Bíblia da Homeopatia”, lemos duas palavras interessantes: Audere Sapere.  De onde elas vieram? O que significam? O moto da Franca-Maçonaria é  Aude Sapere, que significa: “Ouse ser sábio”. Hahnemann tomou “de empréstimo” o moto maçônico e o colocou na página titular do seu “Organon”.
Swendenborgianismo - Sou o chefe do escritório do Meio-Oeste do Independent TV/News Service em Fort Lauderdale, Flórida, e tenho as credenciais da imprensa de uma organização noticiosa de Wisconsin. Em 23/08/1993, cobri o Parliament of World Religions, o qual teve lugar no Palmer House Hilton, em Chicago.  Foi uma verdadeira salada de religiões “cristãs” apóstatas, Nova Era e ocultismo. Orações de invocação foram feitas por muitos, inclusive por católicos, por um unitariano, um bruxo, o qual orou a Isis, e um swendenborgiano.  Os swendenborgianos eram os mais destacados perfis no PWR. Eles tiveram uma ampla/dupla exibição na área de exposição. Uma rápida olhada no material por mim coletado em suas vitrinas demonstrou que eles fazem uma mistura de misticismo, ocultismo e cristianismo.
Talvez vocês estejam desejando saber o que isso tem a ver com Hahnemann. Vou explicar. Hahnemann foi um ardoroso seguidor do misticismo de Emanuel Swendenborg (1688-1772), o qual foi o seu mentor. Tendo em vista que Hahnemann era um seguidor de Swendenborg, vocês precisam saber qual era o ensino fundamental desse homem. O objetivo principal da doutrina de Swendenborg era o seu método de chegar à verdade. Conforme empregado pelo próprio Swendenborg, esse método consistia numa série de revelações, pelo qual o intercurso (comunicação) imediato e indubitável (inquestionável) com o mundo dos espíritos era obtido. (3). Para simplificar, Swendenborg ensinou aos seus seguidores entrar num estado alterado de consciência, o qual iria colocá-los em contato com entidades espirituais. Ele afirmava que se tratava de espíritos bons, embora qualquer pessoa conhecedora das Escrituras fosse identificá-los como demônios. Realmente, aqui temos o que a  Bíblia proíbe como  sendo necromancia. (Deuteronômio 18:9-12). Um pesquisador acerta na mosca, quando diz que Swendenborg foi um “poderoso médium espírita”  (4).

Em que isso pode afetar Hahnemann? O próprio Hahnemann afirmava “ser inspirado em seus escritos homeopáticos” (5). Então, este não é um fato obscuro entre os praticantes da homeopatia.  No Swiss Homeopathic Journal, # 4, 1960,  o presidente da Liga Internacional da Homeopatia observou esse fato para um grupo de homeopatas, quando disse:

“É fútil rejeitar este ou aquele princípio anunciado no ‘Organon’. É mais do que suficiente reconhecer a imensurável intuição e espírito divinatório do seu autor”  (6).

Muitos homeopatas consideram o seu livro como sendo divinamente místico. Quando um homem afirma ter revelação ou inspiração divina como a fonte dos seus escritos, isso deveria imediatamente hastear uma bandeira vermelha na mente de qualquer cristão. Somente a Bíblia é inspirada por Deus (2 Timóteo 3:16-17).

Paracelsianismo - Martin Gumpert escreveu um livro intitulado “Hahnemann: A Carreira de Aventuras de um Médico Rebelde”. Neste livro ele revela que Hahnemann estudava e se deleitava com os ensinos  do médico e filósofo ocultista suíço, chamado Paracelso (1493-1541). Paracelso desenvolveu uma filosofia médica, a qual combinava os ensinos esotéricos ocultistas da Cabala com os fatos e fantasias da ciência.  Sua filosofia “médica” era sem dúvida orientada pelo ocultismo. Os ensinos de Paracelso estimularam o pensamento de Hahnemann e ele desenvolveu algumas de suas doutrinas baseado nos ensinos ocultistas de Paracelso.

Hahnemann foi atraído, como por um magneto, às ideais ocultistas e aos ensinos de Franz Mesmer, os quais foram exatamente acrescentados a uma pilha de outros.

Mesmerismo - Franz Mesmer (1733-1815) foi um médico suíço alemão que fundou a doutrina do magnetismo animal, geralmente conhecida como mesmerismo. O que Mesmer não conseguiu realmente disfarçar foi uma arte ocultista, a qual tem sido durante séculos usada pelos xamãs  (bruxos curandeiros) para manter as pessoas sob controle. Mesmer aprendeu a técnica que lhe permitia produzir, em outra pessoa, uma condição subnormal, semelhante ao sono. Durante esse estado, a mente do indivíduo permanecia passiva, ficando sujeita à  vontade do operador. Mesmer usava esse estado hipnótico para curar os seus pacientes enfermos. De fato, em sua Bíblia da Homeopatia, o “Organon”, Hahnemann comparou as semelhanças entre a prática da homeopatia e o mesmerismo. Consideremos estas citações da 6ª. edição do “Organon”:

“Ó, desse modo, o que Hahnemann exatamente descreveu é a cura psíquica”.

Assine News

Inscreva-se para receber POR E-MAIL diariamente nossa palavra.
Nome
E-mail
Confirme E-mail


Artigos

Doe Agora

eBook - Livros!

   

Visitantes Online

Temos 195 visitantes e Nenhum membro online

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Recursos

banner-monte-sinal