Índice de Artigos


A ORÍGEM DO NOME BÍBLIA

Este nome consta apenas da capa da Bíblia, mas não o vemos através do volume sagrado. Foi primeiramente aplicado por João Crisóstomo, grande reformador de Constantinopla. (398 - 404 A.D) . O vocábulo "Bíblia" significa etimologicamente "coleção de livros pequenos", isto porque os livros da Bíblia são pequenos, formando todos um volume não muito grande como tão bem conhecemos. De fato, a Bíblia é uma coleção de livros perfeitamente harmônicos entre si. É devido a isso que a palavra Bíblia sendo plural no grego passou a ser singular nas línguas modernas.

À folha de papiro preparada para a escrita, era chamada pelos gregos de biblos. Ao rolo pequeno de papiro, os gregos chamavam biblion, e ao plural deste chamavam biblos.
Portanto o vocábulo Bíblia deriva da língua grega. Os vocábulos bíblia e biblion" constam do Novo Testamento grego, mas não referente à própria Bíblia :
Bíblia : Jo 21:25; II Tm 4:13; Ap 20:12; Dn 4: 2; (hb )
Biblion: Lc 4:17; Jo 20:30.


MANUSCRITOS ORIGINAIS

Não existem manuscritos originais, isto é, saídos das mãos dos escritores, disponíveis para consulta . Deus na Sua providência permitiu isso. Se existisse algum, os homens o adorariam mais do que o seu divino Autor. A serpente de metal posta entre os israelitas como meio de auxilio à fé em Deus (Nm 21.8,9; Is 45:22), foi depois idolatrada por eles (II Reis 18:4). Deus cuidou do sepultamento de Moisés e ocultou o seu local porque certamente o povo adoraria seu corpo, (Dt 34:5,6 ). O Diabo tinha interesse na idolatria e contendeu com o arcanjo que procedeu ao funeral de Moisés (Jd 9 ). Milhões, em muitas terras adoram a cruz de Cristo, ao invés do Cristo da cruz. É também o caso da virgem mãe de Jesus Cristo, que milhões adoram-na mais do que ao filho. Além disso, temos a considerar o seguinte, historicamente, quanto à inexistência de manuscritos originais:

1) Era costume dos judeus enterrar os manuscritos estragados pelo uso ou qualquer outra causa, para evitar sua mutilação ou interpolação espúria.
2) Os reis idólatras e ímpios de Israel podem ter destruído muitos, ou contribuído para isso, como é o caso descrito em Jeremias 36:20-26.
3) Antíoco Epífanes, rei da Síria (175 - 164 AC), durante seu reinado dominou sobre toda a Palestina. Foi homem extremamente cruel. Tinha prazer em aplicar torturas. Decidiu exterminar a religião judaica. Assolou Jerusalém em 168 AC. profanando o templo e destruindo todas as cópias que achou das Escrituras.
4) Nos dias do feroz imperador romano Deocleciano (284 - 302 A.D. ), os perseguidores dos cristãos destruíram quantas cópias acharam das Escrituras. Durante dez anos Deocleciano mandou vasculhar o império visando destruir todos os escritos sagrados. Chegou a crer que tivesse destruído tudo, pois mandou cunhar uma moeda comemorando tal vitória. A literatura judaica afirma que a missão da chamada Grande Sinagoga, presidida por Esdras, foi reunir e preservar os manuscritos originais do Antigo Testamento - os de que se serviram os Setenta no preparo da Septuaginta - a primeira tradução da Escrituras. Os textos em línguas original que utilizam os atuais eruditos no preparo das modernas versões, são reproduções da atuais cópias de originais. Cópias de manuscritos originais. Há inúmeras, em várias partes do mundo. Discorrer sobre elas foge ao escopo desta obra. Esses manuscritos existentes harmonizam-se admiravelmente, assegurando-nos assim da sua autenticidade. Uma confirmação disso vemos nos manuscritos do Mar Morto.
Resumo: Em 1947, próximo ao Mar Morto foi descoberto um manuscrito do profeta Isaías, em forma de rolo, escrito em hebraico, datado do ano 100 AC., sendo assim mais velho que o mais antigo manuscrito bíblico até então conhecido! (Muitos outros foram também encontrados, e centenas de fragmentos de outras obras). Pois bem, o texto desse manuscrito quando comparado com o das nossas Bíblias, concorda plenamente. Esta é uma prova singular da autenticidade das Escrituras, ao considerarmos que o citado manuscrito de Isaías tem a agora mais de 2.000 anos de existência ! Os manuscritos bíblicos são sempre indicados pela abreviatura MS.

Receba mensagens WhatsApp

  1. O número DEVERÁ estar cadastrado no WhatsApp e ADICIONAR EU SEU APARELHO.
  2. Nome Completo(*)
    Entrada Inválida
  3. DDD + Telefone(*)
    Entrada Inválida
  4. Email(*)
    Entrada Inválida

Artigos

eBook - Livros!

   

Doe Agora

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Visitantes Online

Temos 173 visitantes e Nenhum membro online

Recursos

MonteSinai