"Honra ao SENHOR com os teus bens, e com as primícias de todos os teus ganhos; assim, se encherão os teus celeiros de abundância, e os teus lagares irromperão com vinho novo"" - Provérbios 3:9-10.
Pr. Vilson Ferro Martins - Pode ser lida em www.vozdotrono.com.br - Exerça seu cristianismo; replique as mensagens; mantenha os dados autorais.

Mas, isso é possível?

Sim, e se encontra registrado. Leiamos Gênesis 4:3,5: "E no passar do tempo, aconteceu que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR..., Mas por Caim e por sua oferta ele não teve consideração. E Caim ficou muito irado, e o seu semblante caiu".

Observe que Caim NÃO estava atento ao princípio, portanto, trouxe "do fruto da terra" ao invés DAS PRIMÍCIAS DA TERRA. É como se Caim tivesse colhido os frutos da terra, se abastado deles e depois, ignorando totalmente o princípio, então, e só então resolvesse levar "o resto" dos frutos da terra ao Senhor de toda a terra. E qual a consequência de tal atitude? O Senhor rejeitou tanto a oferta como o ofertante, entretanto, o amor de Deus fez com que o próprio Senhor ministrasse a vida de Caim sobre o princípio: "Se tu fazes bem, não serás aceito? E se não fazes bem, o pecado jaz à porta. E para ti será o desejo dele, e tu deves governar sobre ele".

É oportuno levar em consideração o que o Senhor diz para Caim: "E se não fazes bem, o pecado jaz à porta. E para ti será o desejo dele, e tu deves governar sobre ele". Ou seja, "E se não fazes conforme o princípio estabelecido (se não prioriza teu Senhor), o pecado jaz à porta".

Fora do princípio, o que nos espreita são pecados e não bençãos.

Também é oportuno atentar que tudo isso aconteceu antes que o VT e o NT fossem escritos, portanto, em Provérbios nada mais está sendo ministrado (assim como outros textos bíblicos) de que um princípio JÁ vigente desde o princípio do mundo, ensinado e ministrado pelo próprio Deus, portanto, quem quiser desobedecê-lo fique à vontade, todavia, saiba que enfrentará consequências.

Bem, milênios depois o apóstolo Paulo vai escrever importantes considerações acerca desse princípio de forma mais detalhada, e como ele está escrevendo para cristãos, parte-se do princípio que não será mais ministrado Se deve ou não contribuir, mas COMO contribuir.

Antes de entrar propriamente no texto de 2 Coríntios, vamos nos ater a um perigo muito grande que o amor do dinheiro pode proporcionar, conforme 1 Timóteo 6:10: "Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todo o mal; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores".

O amor do dinheiro... continua...

===========================================================================