Índice de Artigos

DEFINIÇÕES DA PALAVRA “AMOR” NA BÍBLIA

1) O AMOR BÍBLICO:

Sentimento de apreciação por alguém, acompanhado do desejo de fazer bem (1Sm 20.17).No relacionamento conjugal, envolve atração sexual e sentimento de posse (Ct 8.6).Deus é amor (1Jo 4.8).Seu amor é a base da aliança de sua fidelidade (Jr 31.3) e a razão da eleição do seu povo (Dt 7.7-8). Cristo é a maior expressão e prova do amor de Deus (Jo 3.16). O Espírito Santo derrama o amor no coração dos salvos (Rm 5.5). O amor é a mais elevada qualidade cristã (1Co 13.13), devendo nortear todas as relações da vida c/o próximo e c/Deus (Mt 22.37-39).Envolve consagração a Deus,(Jo 14.15) confiança total nEle (1Jo 4.17),compaixão a inimigos (Mt 5.43-48; 1Jo 4.20) e o sacrifício em favor dos necessitados (Ef 5.2; 1Jo 3.16).

2)A PALAVRA AMOR NO ANTIGO TESTAMENTO (Hebráico):

Na Bíblia, é comum aparecer "por amor de ti", significa"por causa de, porque, a fim de"(Gn.12:13).

• heb. "ahabah"- (Amizade)-1 Sm.20:17-fala da amizade entre Jônatas e Davi;no amor de Deus e não um ato carnal homossexual.
• heb."racham" - (Materno/Familiar)-amor de mãe como ventre em intensa compaixão. (1 Rs.3:26).
• heb." ‘ahab"- (Sexual)-Amor entre pessoas,inclui família e sexo, como desejo humano -Caso de Salomão e suas mulheres que o perverteram.(1 Rs.11:2).
• heb."chashaq" - (Espiritual) Amar, estar ligado a Deus, ansiar, como o salmista,desejoso por Deus. (Sl.91:14).
• heb."dowd" - (Paixão) - Amor de querer alguém próximo numa forma abstrata, como que fervendo de desejo, como o convite da mulher louca (Pv.7:18),querendo se saciar de amores- debulhar, pisar, esmagar, qual êxtase louco.
• heb."Checed" - (Compaixão) - Bondade, benignidade, fidelidade;ser bom, ser gentil.
• heb." ’egeb" - (Cobiça) Indicando apego carnal,sexual; ter afeição desordenada ou cobiça como amantes. (Ez.33:31) - onde Deus reprovou o povo que vinha a Ele sem contudo, obedecê-lo.

No Antigo Testamento, o amor é a mais profunda expressão possível da personalidade e da intimidade de relações pessoais. Indicava uma força interior/poder(Dt.6:5) que impelia a uma ação que proporciona prazer (Pv.20:13).Alcançar o objetivo que desperta o desejo (Gn.27:4) ou nas pessoas, impele ao auto-sacrifício pelo bem do ente amado (Lv.19:18-33) bem como inquebrantável lealdade à pessoa (1 Sm.20:17-42).

3)A PALAVRA AMOR NO NOVO TESTAMENTO (Grego): OBS: Expressões "por amor de", significa "por causa de"(Mc.10:29).

• grego "ágape" - Amor fraterno, afeição, boa vontade, amor, benevolência, como banquetes de amor. Respeito às pessoas, em receber com alegria, acolher, gostar muito de, amar ternamente e estar satisfeito. É usada no amor de Deus aos homens, no amor das pessoas a Deus, e aos seus inimigos terrenos. (Mt.24:12)-É esse amor que esfriará de quase todos os irmãos.
• grego "philadelphia" - Amor de irmãos ou irmãs, amor fraterno. (Rm.12:10).

4) 3 TIPOS DE AMOR:

Hoje em dia, qualquer sentimento mais forte que o normal é considerado amor, mas na verdade, o perfeito amor é o Amor do Tipo de Deus.

a)ÁGAPE Deus nos ama de forma incondicional (Jo.3:16) e Jesus venceu o diabo no Amor ao mundo (Jo.13:1; 1 Co.13:1-7).

b)FILEO É o amor humano onde se retribui o que se recebe, não como o mundo, que impõe condições e favores, baseado em vantagens pessoais.

Exemplos: * Materno:Protegem e decidem a vida dos filhos, mas o amor de Deus é maior (Is.49:15).
* Familiar Entre parentes carnais, mas o de Deus é maior (Pv.18:24;Jo.15;14; Mc.10:29-30);

c)EROS: Relacionado à parte sexual e sensual (Sentir). No AT, em hebráico, coabitar ou "fazer amor", tem 3 significados:
* "yada‘ " - conhecer, saber por experiência e tornar-se conhecido, revelar-se. (Gn.4:25);
* "shakab" - deitar, repousar, descansar (Lv.15:18);
* "bow’" - ir para dentro, entrar, chegar, alcançar. Indica os 3 propósitos do sexo; interagir espiritualmente por compartilhar e descobrir o amor, trazer descanso na alma por se sentir amado e biologicamente cumprir a procriação c/prazer. No Nt., em grego, coabitar tem 3 significados:
* "ginosko" - chegar a saber, vir a conhecer, obter conhecimento de, perceber, sentir e tornar-se conhecido. Era expressão idiomática judaica para relação sexual entre homem e mulher. (Mt.1:25).
* "proskollao" - grudar, juntar-se rente, aderir, colar. (Unir-se à mulher - (Ef.5:31).

5)O AMOR DE DEUS PELOS HOMENS: a) NO AT: • Seu objeto:

É primeiramente coletivo (Dt.4:37;Pv.8:17,Is.43:4) depois individual, onde o rei era considerado em certo modo como filho de Deus ou enviado por Ele (2 Sm.12:24; Ne.13:26; Sl.2:7; Is.48:14).
• Sua natureza pessoal: Firmado no caráter pessoal de Deus,esse amor é maior que o da mãe pelos filhos (Is.49:15;66:13) ou como o amor do profeta por sua mulher infiel, disposto a sofrer (Os.1-3). A infidelidade de Israel não exercia qualquer efeito ao amor de Deus (Jr.31:3).
• Sua seletividade: Deus em iniciativa escolhe Israel (Dt.4:37; 7:6; Is.43:4).

b) NO NOVO TESTAMENTO:

• Seu objeto: * Por Cristo (homem): A relação entre Pai e Filho é de amor (Jo.3:35; 15:9; Cl.1:13), onde a palavra "único-amado" (Mt.3:17)-indica o merecedor e digno desse amor, de modo direto (Mt.17:5; Mc.1:11) ou de modo conclusivo (Mt.12:18; Mc.12:6). Esse amor é retribuido e mútuo (Jo.14:31;Mt.11:27), existindo antes da Criação (Jo.17:24), somente reconhecido na redenção da pessoa de Jesus Cristo (Rm.5:8), sua deidade (1 Jo.4:8,16) e no amor encarnado e personificado, auto-revelativo de Deus (1 Jo. 3:16).
* Pelos homens: Jesus Curou (Mc.1:41) e ensinou sobre a aceitação do pecador por parte de Deus (Lc.15:11) e se entristeceu pela desobediência humana (Mt.23:37), pois Ele mesmo era desprezado (Lc.7:34). Ele morreu p/amor (Gl.2:20; Rm.5:8; 2 Co.5:14). Os não atingidos no seu amor são "filhos da ira e do diabo" (Jo.3:35; Jo.8:44); não têm comunhão (Gl.2:20; 1 Pe.2:9).


6) 3 QUESTÕES SOBRE O AMOR DE DEUS: a)Por que se Deus é bom e amoroso, permitiu o mal? Quem age assim, assume uma visão incompleta sobre Deus:


* Deus é poderoso mas não tão bondoso pois não pára o mal ou todo bondoso, mas não todo poderoso pois não pode parar o mal.A tendência é o homem culpar a Deus por todo o mal e sofrimento e passar a responsabilidade de seus pecados p/Deus. Deus é bom e único centro moral referencial do universo e não o homem (Lc.18:19). Bom é o que Deus aprova e não há nenhum padrão de bondade maior que o caráter de Deus pois sua aprovação a alguma coisa como bom, consiste nesse caráter. No caso da permissão do mal existir, o homem foi criado perfeito, eterno e inocente, não sendo capaz de escolher entre o bem e o mal, mas o fez e o homem que nunca pecara, a maldição do pecado veio como resultado (Rm.5:12). O homem-e não Deus-é responsável pelo pecado e Deus não fez o homem com capacidade de não pecar porque à sua imagem e semelhança temos capacidade de escolher. Guerras foram iniciadas por homens (Tg.4:1) e o que semeamos, colhemos (Gn.26:12). Deus tira o sofrimento e dor apesar de vivermos no meio de homens impios, em sociedade corrompida, mas seremos consolados (Ap.21:4),se quisermos aceitar o seu plano de salvação por meio de Cristo. (Sl.20:4).

b)Por que Jesus é o único caminho? O pluralismo ou diversidade religiosa vai contra o que a Palavra de Deus ensina, pois Jesus mesmo disse que Ele é o único caminho a Deus (Jo.14:6), dando salvação a todos(At.4:12), único mediador (1 Tm.2:5).

OBS: * Uma crença sincera não é suficiente-Fazer algo baseado no que se acha e não na Palavra de Deus é ilógico. O que é realmente bom, se encontra na Biblia (2 Tm.3:16).

* Nem todas as crenças levam a Deus: - As religiões não se misturam e há muitas crenças contradizem a Bíblia e quem não crêr como ela diz, morrerá em seus pecados e incredulidade (Jo.8:24)

.c)Como pode um Deus de amor mandar as pessoas para o inferno? As pessoas é que se colocam lá pois o inferno nunca foi criado para o homem, mas para os demônios (Mt.25:41) e Deus não quer ninguém lá (Ez.33:11; 2 Pe.3:9). As pessoas não vão ao céu ou inferno "acidentalmente", mas por suas escolhas. O Motivo da condenação está em Jo.3:16-21-rejeitam Cristo preferindo a morte espiritual pois rejeitam a autoridade e amor divinos.

7)AMOR X IRA DIVINA:


Deus é amor (1 Jo.4:8,16), mas é fogo consumidor (Dt.4:24;Hb.12:29). O AMOR DE DEUS É:

a)Independente (Dt.7:7,8;2 Tm.1:9);
b)Eterno (Jr,31:3;Ef.1:4,5);
c)Soberano (Rm.9:15;Dt.32:39);
d)Infinito (Ef.3:19;Sl.147:5;Rm.5:8);
e)Imutável (Ct.8:6,7;Tg.1:17; Rm.8:35-39); f) Santo (Rm.5:21);1 Jo.4:8,16; Hb.12:5);
g)Gracioso (Jo.3:16; 1 Jo.4:9);
h)Aperfeiçoador (1 Jo.4:18);
i) Santificador (1 Jo.4:7,8,12,16,20,21).

A IRA DE DEUS:


•Anda junta com o amor (Nm.14:18;Rm.11:22; Hb.12:5);

• É expressão do seu amor (Sl.136:14-21); Sem a ira de Deus, Ele seria indiferente ao pecado, mostraria ausência de moral e aceitaria corrupção. O homem também se ira no seu amor (Pv.13:24).
• é expressão de sua santidade (Nm.14:18);

• Testifica sua santidade (Sl.89:35;Sl.95:11; Ap.6:16).

BENEFÍCIOS DA IRA DE DEUS:


• Revela o pecado (Rm.5:8);

• Provoca temor a Deus (Lc.12:5;Hb.12:28,29);

• Incita louvor a justiça de Deus (1 Ts.1:10; Ap.19:1);

• estimula evangelização (2 Co.5:11);
• Confirma a fé dos justos (Sl.58:10,11);
• Traz a glória de Deus por Jesus Cristo (Fil.2:10-11).

A SUA VIDA TEM GLORIFICADO A JESUS CRISTO, EM AMOR? (Sl.18:1; Js.22:5)

8)AMAR É:

a) Perdoar: Não é sentimento, mas decisão. (Mt.18:21-22; 33-35)-S/esmorecer;
b)Não contender/discutir: (Tg.3:16) pela inveja e espírito faccioso.(2 Tm.2:24-26).Discussão envolve 2 pessoas., afaste-se e ore.
c)Tirar o jugo de si mesmo: (Is.58:9)-Parar de manipular as pessoas, usando-se de influência, dinheiro, sexo, etc.
d) Deixar de estender o dedo: Deixar de ver o mal nos outros, esquecendo de suas falhas (Mt..7:1-5);
e) Deixar de falar vaidade: Deixar de se vangloriar como o melhor (Pv.27:2).
f) Encobrir a transgressão dos outros: (Gn.9:20-26; Pv.17:9)-Transgredir é quebrar uma ordem (Is.42:25; Rm.5:14). Não é ocultar pecados, mas tentar resolvê-los sem escândalo.
g) Falar palavras de edificação aos outros (Ef.4:29;Fp.4:8;Mt.15:11)-olhando como os olhos de Deus.Se a pessoa tem falhas, veja seu lado positivo e ore por ela. Muitas igrejas criticam, se intrometendo na vida das pessoas. Respeitemos as diferenças, alertando contra a sensualidade, escândalos e indecências.

h) Amparar os inimigos (2 Rs.6:8-23; Pv.25:21; Rm.12:20).

i)Ter piedade: Respeito pelas coisas religiosas e espírito de devoção (1 Tm 4.8) e ter compaixão (Ez 7.4), renunciando ao mundanismo (Tt.2:12), pelo Espírito (Fp.1:6;2:13;4:13), sendo perseguidos (2 Tm.3:12; Mt.10:25) pelos falsos piedosos sem pureza de coração (Mt.5:8).

j)Crescer na Graça: Mudando, amadurecendo e crescendo com responsabilidade pessoal (1 Pe.2:2);entendendo a misericórdia de Deus na salvação, expressa por virtudes (2 Pe.1:5-7), aumentada (Rm.15:13;2 Co.8:7;2 Ts.1:3;Tg.1:4) pelo Espírito Santo (Rm.15:13).

k) Ter arrependimento: (2 Co.7:10), reconhecendo (Os.5:15; 1 Co.14:37; 1 Ts.5:12), entristecendo-se, (Jo.21:17; Mc.14:19), confessando (Sl.32:5; Rm.10:9)e abandonando (Sl.37:9) o pecado (1 Rs.8:47-50).

l) Ter União: Deus quer que sejamos unidos, não apenas por legislação humana (convenções, congressos, conferências) ou por estrutura de organização humana (hierarquias denominacionais) ou por meio de placas de igrejas ou se achar dono da igreja, expulsando os opositores (3 Jo.10:11), mas pela santificação (Jo.17:17-19) pela Palavra (Cl.3:17) em concordância de paz (1 Co.1:10). Unidade artificial é fácil pois esconde erros, mas não é permanente nem eterno. Ademais, precisaremos usar de autoridade e disciplina na Igreja, pois há os que não querem levar as coisas de Deus à sério.

4 tipos de Repreensão:

• Pessoal-(1 Tess.5:14; Hb.10:25; 2 Tm.2:24,252 Co.13:2 e 10);
• C/Testemunhas: (informando a líderes pacificadores);
• Pública: Levando caso à Igreja (1 Tm.5:20) e
•Exclusão:(1 Co:5:9-13) -pecador parece ser irmão, mas é motivo de tropeço. Não é impedir a pessoa pôr os pés na igreja, mas não se associando com ela até que se arrependa. (Tt.3:10,11 e 2 Ts.3:14,15).


9)COMO VENCER A DIVISÃO ENTRE IRMÃOS:


• Observar mais as qualidades dos outros e não os defeitos, como queremos ser tratados (Mt.7:12;Lc.6:31);
• Saber que a união é bênção p/todos (Sl.133:1)-procure eliminar a causa do desagrado para reatar o bom clima na igreja;
• Lembre-se dos mandamentos que nos exortam a amar ao próximo (Jo.13:35);
• Procurar ser humilde em ter mais concordância que exige renúncia que discordância orgulhosa (1 Co.14:20);
• Recorde o fato de que Deus é de Paz:(1 Ts.5:22-23), agindo com sabedoria mas tendo o cuidado para não cair no mesmo erro;
• Ser determinado a ter consciência de paz para com Deus (Pv.16:7), através da leitura e obediência aos princípios bíblicos;
• Considerar a íntima relação entre você e o irmão como filhos da mesma família divina (Rm.8:14-17; EF.3:15), do mesmo corpo de Cristo (1 Co.12:18-31;Ef.5:29-30), do mesmo salvador (Cl.3:11; 1 Co.14:33); como peregrinos e forasteiros juntos (Hb.11:13;1 Pe.2:11);
• Relembrando o horror da divisão, pela tentação do diabo nos pensamentos (Jo.16:2; At.26:9); • Procurar a honra da paz (Hb.12:14; Sl.34:14);
• Andar juntos, o quanto possível, com a Palavra de Deus (Fil.3:14-16)-como marca de sabedoria (Rm.12:18);
• Envolver-se em auto-julgamento (1 Co.11:31; Rm.14:10-11);
• Vestes de humildade (1 Pe.5:5)-confessar o pecado, ter temor e humildade (Pv.15:33;18:12), como Cristo suportou nossos erros (Hb.12:1-4), errando como Tiatira e Éfeso (Ap.2:18-29;Ap.2:1-7).

10) AMOR x PAIXÃO:


a)NO TEMPO: Paixão é loucura alucinada, repentina, duvidosa, temerosa, desenfreada e passageira;
Amor é forte, prolongado, duradouro, seguro e tranquilo, crescendo aos poucos, cada vez mais sólido.

b)NO MODO: Paixão se entrega e envolve na emoção, fazendo coisas que não se quer e após a euforia, se vêem os erros;
Amor não perde cabeça facilmente, pelo instinto, mas dá tempo p/examinar emoçoes, tomando atitudes depois de séria avaliação pela inteligência.

c)NA EVOLUÇÃO: Paixão torna-se obsessiva, fora do controle, com ciúme desenfreado.
Amor tem vontade de estar perto da pessoa amada, sem pressão, de forma doce e saudável, naturalmente em mútua confiança.

d)NOS RESULTADOS: Paixão provoca ansiedade que interfere em outras áreas da vida, afeta estudo, trabalho, tempo com família, relacionamentos com amigos.
Amor sabe lidar com demais áreas da vida sem prejudicar, não deixa de conviver com outros, não afasta da família, consegue conciliar estudo, trabalho e namoro.

e)NA VALIDAÇÃO: Paixão tudo é válido, desde que satisfaça seus impulsos sexuais e realize suas fantasias.
Amor espera, respeita o corpo do outro, sem dixar marcas e mágoas, não confundindo sexualidade com sentimento;

f) NA MOTIVAÇÃO: Paixão interesse motivado apenas pela simpatia, visual, olhos, voz, cheiro ou corpo, importando o contato físico e não o que o outro pensa.
Amor o visual não é o mais importante; se deseja se conhecer o outro, seus interesses, sentimentos, planos e alvos da vida, inclusive temores e fraquezas.


g)NAS DIFERENÇAS: Paixão diferenças são motivos de brigas e desentendimentos, onde se ferem mutuamente sem resolver os problemas, afastando-se um do outro, não permitindo amizade mais profunda.
Amor existem opiniões diferentes, discutem e ficam irritados, mas buscam soluções para os problemas com bom senso, gerando relacionamento mais profundo à medida que superam juntos as dificuldades.

h)NOS PENSAMENTOS: Paixão no caso de pensamentos opostos, age na facilidade, substituindo a pessoa rapidamente por outra, não existindo paciência para dar um tempo e descobrir pontos em comum.

Amor há espaço para o outro discordar, sem atacá-lo, discordando do pensamento e não rejeitando a pessoa, respeitando-se sentimentos e convicções do outro, mesmo com sacrifício.

I) NA IMAGEM: Paixão representa quem não se é, numa imagem falsa, onde cai a máscara, com medo de perder o outro caso se descubra a verdade e procura mudar o outro na força.

Amor se mostra como se é verdadeiramente, transparente em qualidades e defeitos onde um enxerga o erro do outro, procurando ajudar com compreensão e perseverança.

J)NO INTERESSE:Paixão é egoísta, buscando os próprios interesses , usando o relacionamento para aliviar as carências afetivas, sexuais e de companheirismo, numa forma de auto-afirmação e sentimento de falsa segurança.
Amor se interessa pelo bem-estar do outro; quer ver a pessoa feliz e realizada; preocupa-se com o outro, como consigo mesmo. É muito mais dar do que receber.

k)NA FIDELIDADE: Paixão pode apaixonar-se por duas ou mais pessoas ao mesmo tempo.
Amor é fiel e dedica-se exclusivamente a uma só pessoa.

l)NO IDEAL Paixão o relacionamento não tem ideal, sem planos para o futuro, onde o importante é o presente, o momento.
Amor não significa que estão obrigados a se casarem, mas pensam seriamente nesta possibilidade, pois os propósitos e metas para o futuro, incluem um ao outro.

m)NA COMUNHÃO C/DEUS E IGREJA: Paixão afeta a comunhão, pois o namoro vem primeiro, fazendo dele sua "igreja de prostituição" com fogo carnal, inclusive podendo se fornicar escondido no estacionamento ou cantos da igreja, durante os cultos.
Amor há uma preocupação e interesse em buscar as coisas de Deus, não quebrando a comunhão com os outros e querem orar e ler a Bíblia juntos para também apressar a bênção do lar sobre ambos.

n)NA FAMÍLIA Paixão trará problemas com os pais pois eles sabem que o relacionamento está alicerçado só numa louca paixão não duradoura e é comum ouvi-los pedir que se dê um tempo para pensar melhor ou até proíbem o namoro.
Amor quando os pais identificam um amor verdadeiro baseado em compromisso, maturidade e sinceridade, geralmente incentivam e dão a maior força para que o namoro siga em frente(Pv.23:13,14;Pv.19:18;Ef.6:4; Hb.12:11;Cl.4:6;Sl.78:5-7). A idade dos filhos = Experiência dos pais.

11)NAMORAR x FICAR:


Namorar é conhecer os gostos, temperamentos, procedimentos, personalidade, reações de uma pessoa, etc.

FICAR É:

•Namorar de brincadeira (Jr.17:9; Ef.5:15;Cl.3:23);

•Praticar p/ver se vai dar certo (Mt.7:7-8;2 Co.6:14-16);

•Suprir provisoriamente a carência afetiva e sexual (Mt.10:37;Fp.4:19;1 Ts.5:22);

•Curtir todo mundo numa boa sem compromisso (Ec.12:1;1 Tm.4:12;1 Co.13:8);

• Namoro avançado onde vale tudo (Jz.16; 1 Jo.2:15);

• Moda entre jovens e adolescentes (Tg.4:4;1 Jo.2:15).



RISCOS DO SEXO ANTES DO CASAMENTO:


•Afasta da vontade de Deus (1 Ts.4:3);

•Afasta do Plano de Deus (1 Co.6:16-19);

• Afasta a valorização (1 Co.7:8,9 e 32);

• Atrai a culpa (1 Jo.1:9); • Traz decepção (1 Ts.4:4-5);

• Traz doenças e males terríveis (1 Rm.1:24-32);

• Gravidez indesejada e desejo de aborto (Sl.139:13-16); Além disso, vergonha, despreparo financeiro, ressentimento mútuo, possibilidade de abandonado pelo outro; pecado aos olhos de Deus, dos pais, da igreja (Sl51:4), incompatibilidade. (1 Co.6:9-10,18).

Extraído: Enciclopédia de Bíblia Teologia e Filosofia - R.N. Champlin. J.M. Bentes

Receba mensagens WhatsApp

  1. O número DEVERÁ estar cadastrado no WhatsApp e ADICIONAR EU SEU APARELHO.
  2. Nome Completo(*)
    Entrada Inválida
  3. DDD + Telefone(*)
    Entrada Inválida
  4. Email(*)
    Entrada Inválida

Artigos

eBook - Livros!

   

Doe Agora

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Visitantes Online

Temos 826 visitantes e Nenhum membro online

Recursos

MonteSinai